Roupa não tem mistério, tem segredos

10 abr Roupa não tem mistério, tem segredos

Passam os anos, a moda sofre alterações periódicas, os hábitos estão em constante evolução e transformação, os gostos e comportamentos modificam-se, a indústria de confecções cresce e exporta. Grifes internacionais instalam-se em nosso País mas nomes como D’Carlos continuam atendendo, marcando sua presença e vestindo gerações de empresários, políticos, artistas, sempre com toque de classe, elegância e qualidade invejáveis.

Qual o segredo deste fenômeno? Para D’Carlos o segredo está em estudar a personalidade e o tipo físico de cada pessoa com profundo interesse e seriedade. O cliente, segundo D’Carlos, precisa sentir-se bem, com roupa bem talhada, confeccionada com tecidos de qualidade. O estilista precisa ter conhecimento profundo de seu trabalho e daquilo que está criando. Além disse, ele precisa ser simpático, atencioso, seguro para reconhecer que ninguém é igual a ninguém.

Roupa personalizada
Uma roupa personalizada joga a pessoa para cima. Ela cresce, produz mais, é mais bem-sucedida. O homem fica mais bonito, com aspecto agradável, porque é valorizado o que ele tem de melhor e disfarçado os pontos menos agradáveis de seu corpo. “Uso minha percepção, estudo cada detalhe, aplico a psicologia da prática de quem faz bem o que realmente gosta de fazer, há mais de 40 anos, sem esquecer de estar sempre se atualizando e aprendendo”.

“Posso afirmar que mesmo em problemas de crise econômica do País, os clientes continuam a vir em meu atelier, porque eles sabem que uma boa aparência é fundamental para o sucesso, para vencer os tempos mais difíceis e a concorrência, além de ser elogiados pelas mulheres”, conta D’Carlos.

D’Carlos diz que, hoje, veste com igual critério os jovens empresários, que começam a participar das indústrias e as empresas dos Pais, os quais ainda são meus clientes. Quando eles chegam juntos aqui fico olhando e penso “puxa, como eles são parecidos. Vou buscar as medidas de mais de 20 anos e as medidas de ambos batem. Alguns conservam até hoje o mesmo tipo físico e conservam em seus guarda-roupas costumes dessa época. Basta um aperto aqui outro ali, nada de grandes transformações porque não crio modismos, crio roupas de corte tradicional, com tecidos especiais e estes nunca envelhecem”.

admin
chrisdc2001@outlook.com
No Comments

Post A Comment